PETROBRAS ACEITA OCEANÓGRAFO COMO RESPONSÁVEL TÉCNICO PARA ATIVIDADES DE LEVANTAMENTO HIDROGRÁFICO

26 Oct 2017

    

Uma importante ação da AOCEANO garantiu aos oceanógrafos a realização de atividades de levantamentos hidrográficos (LH) nas contratações de profissionais para este tipo de serviço pela Petrobras. Até setembro deste ano, a Estatal somente aceitava em seu cadastro de fornecedores os responsáveis técnicos com registros em seu respectivo conselho profissional. A regra ignorava os oceanógrafos, que dispõem desta habilitação e fazem levantamentos hidrográficos respaldados pela emissão de Atestado de Habilitação Técnica – AHT emitido pela AOCEANO e reconhecido pela Marinha, através da NORMAN 25, norma que regulamenta as atividades de batimetria e serviços hidrográficos realizados no Brasil.

 

“A NORMAN 25 diz que tanto o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA, assim como a AOCEANO, podem emitir documentação para estes levantamentos hidrográficos”, afirma o presidente da AOCEANO, oceanógrafo João Thadeu de Menezes. Segundo ele, após tratativas com a Petrobras, a empresa reconheceu o pleito e passou a aceitar os profissionais oceanógrafos como responsáveis técnicos nestes serviços.

 

O profissional graduado em Oceanografia ou Oceanologia é habilitado a realizar uma série de serviços demandados pela indústria do petróleo, em particular aqueles executados nas áreas offshore. Ele dispõe de documentos regulatórios como a AHT e, principalmente, a Declaração de Habilitação Técnica – DHT, que habilita o profissional ao exercício de qualquer atividade relacionada à Oceanografia, e é aceito em todo o território nacional. A AOCEANO também emite a Certidão de Acervo Técnico – CAT, que comprova, junto com a DHT, a capacidade técnica do exercício profissional através do registro dos serviços prestados.

 

Entretanto, segundo informações que chegaram à AOCEANO, a Petrobras insistia que a empresa cadastrada em seu sistema tivesse como responsável técnico profissionais das áreas de Engenheira Cartográfica, Engenharia de Agrimensura, Engenheira Oceânica, Geologia, Geofísica e Meteorologia, todos ligados ao sistema CREA, como se o profissional oceanógrafo não tivesse competência para tal.

 

"Desta forma, e considerando a similaridade em várias habilidades e funções dos Oceanógrafos entre esses profissionais, nada mais justo que o oceanógrafo também fosse aceito como responsável técnico das empresas incluídas, ou que pretendem se cadastrar, no cadastro de fornecedores da Petrobras", pondera João Thadeu.

 

Ele ressalta que a associação de Oceanógrafos e empresas de Oceanografia aos quadros da AOCEANO é a principal forma de garantir, reforçar e aumentar a representatividade da Oceanografia junto ao mercado de trabalho, que em algumas situações ainda descarta os Oceanógrafos de processos nos quais ele dispõe de plena competência.

 

Para se associar à AOCEANO, basta acessar aqui e preencher o formulário. Mais informações pelo telefone (47) 3367-2202 ou pelo e-mail aoceano@aoceano.org.br.

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

UMA ANÁLISE SOBRE AS MANCHAS DE ÓLEO NAS PRAIAS DO BRASIL, POR RONALD BUSS DE SOUZA, OCEANÓGRAFO, PESQUISADOR TITULAR DO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUIS...

November 28, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a Sexta  8h - 12h

                              14h - 18h

ENDEREÇO

Avenida Rui Barbosa, nº 372, Sala 04

Bairro Praia dos Amores

Balneário Camboriú, SC

CEP: 88331-510

aoceano@aoceano.org.br

Tel. fixo: (47) 3367-2202 Cel: (47) 9 9686-9867

Associação Brasileira de Oceanografia

CNPJ 90.221.151/0001-62

 

  • Black Instagram Icon
  • Facebook Basic Black